O grupo Volkswagen assinou esta terça-feira com o Estado português um contrato de investimento no valor de 38,2 milhões de euros para novos projetos nas áreas de produção e não produção (pintura, cunhos e cortantes e tecnologias de informação).

O investimento insere-se no âmbito de um programa de atualização tecnológica da Volkswagen Autoeuropa.

O ministro da Economia presidiu à cerimónia da assinatura do contrato de investimento entre a Volkswagen AG e a AICEP - Agência para o Investimento e Comércio Externo de Portugal, que decorreu em Wolfsburgo, sede da fabricante de automóveis na Alemanha.

António Pires de Lima considerou este investimento «um sinal inquestionável» de confiança da empresa alemã na economia portuguesa.

«Representa claramente uma continuidade da aposta da Volkswagen na sua filial portuguesa, é um sinal inquestionável de grande confiança desta grande empresa alemã na economia portuguesa, no momento determinante que estamos a viver», sublinhou o ministro da Economia, em declarações à Lusa.

Pires de Lima lembrou que a Autoeuropa é um «dos principais investidores em Portugal e o seu maior exportador» e que este investimento traz inovação e modernização.

O ministro, que disse ter «feito questão» em estar hoje em Wolfsburgo, sede da Volkswagen, na Alemanha, aproveitou a ocasião para revelar que em novembro fará uma nova visita ao país para «procurar atrair novos investimentos para a economia portuguesa», numa fase «onde é determinante relançar o investimento privado em Portugal».

Nesta visita, Portugal levará os «excelentes exemplos» de empresas alemãs no mercado português, como Volkswagen, Bosch, Siemens ou Continental, que são «referência de empresas competitivas dentro destes grupos internacionais».