A Vodafone Portugal investiu 100 milhões de euros para o crescimento na fibra ótica, mas vai investir já mais 100 milhões de euros para tentar alcançar 1,5 milhões de casas com a sua oferta integrada de televisão, telefone e internet.

«Em 2013, depois de 20 anos a apostar, sobretudo, nas comunicações móveis, agora queremos ter uma oferta integrada», disse esta quinta-feira Mário Vaz, presidente da Vodafone Portugal, realçando que a operadora investiu 100 milhões de euros para o crescimento na fibra com o objetivo de chegar a um milhão de lares, escreve a Lusa.

«Estamos a caminho da etapa de um milhão de casas e vamos investir mais 100 milhões para chegar a 1,5 milhões de casas», avançou o gestor.

Quanto a possíveis consolidações no setor das telecomunicações em Portugal, Mário Vaz afastou a Vodafone das mesmas.

«A nossa estratégia passa pelo crescimento orgânico e é essa que está em cima da mesa. Queremos oferecer mais serviços e produtos e apostar no investimento de infraestrutura própria», sublinhou.

E salientou: «Já não há muitas hipóteses para consolidação em Portugal».

«A Vodafone está a ser o grande desafiador do duopólio no serviço integrado. Há dias ultrapassámos os 100 mil clientes na televisão. Duplicámos em menos de oito meses», concluiu.