A nova superfície comercial com seis lojas da Sonae em Sines abre as portas ao público na sexta-feira, num investimento de nove milhões de euros que cria 175 postos de trabalho diretos, informou esta quinta-feira a empresa.

A infraestrutura inclui um supermercado e uma galeria comercial com cinco lojas da Sonae, numa área total de venda de cerca de 3.500 metros quadrados.

De acordo com um comunicado da Sonae, o espaço «contará ainda com outras áreas comerciais» e o estacionamento será gratuito.

A empresa frisou a preocupação em adotar as «melhores práticas ambientais» no novo supermercado, que está equipado com os «mais avançados sistemas e equipamentos de frio, climatização e iluminação», dispondo também de sistemas de gestão de resíduos.

A abertura da galeria comercial é justificada pela Sonae com a «aposta na expansão da sua atividade em Portugal».

O presidente da Câmara Municipal de Sines, Manuel Coelho, classificou o investimento da Sonae como «muito bom» para a cidade, sobretudo pela criação de emprego, que é «muito significativa».

Há cerca de dois meses, o autarca explicara à agência Lusa que «uma quantidade impressionante» de habitantes de Sines se desloca a cidades localizadas a várias dezenas de quilómetros de distância, como Grândola e Setúbal, para fazer compras em lojas das marcas da Sonae.

«Estas pessoas deixarão de ter necessidade de sair de Sines», sustentou, antevendo também que residentes em localidades vizinhas, como Porto Covo, Vila Nova de Santo André e Santiago do Cacém, começarão a comprar ali.