A TVI é líder de audiências televisivas há dez anos. De acordo com dados da Gfk, a TVI aumentou, na média de 2014, a TVI sai vencedora tanto no total do dia (23,5% de share) como no prime-time (26,5%), aumentando, assim, «a diferença para o seu mais direto concorrente quer no total dia (+4,3pp – aumento da diferença em 0,8 pp face a 2013), quer no prime time (+2,9pp – aumento da diferença em 1,7pp face a 2013)».
 
No acumulado do ano, destaque também para o canal TVI24, que registou este ano 1,7% de share no cabo.


 
Na Informação, os noticiários da TVI lideram à hora do almoço e à noite. Aos domingos, Marcelo Rebelo de Sousa mantém a primeira posição entre os comentadores políticos da televisão, com uma audiência média de 1 milhão e 467 mil espectadores e 31,3% de share.


 
No Entretenimento, o «Você na TV» confirmou de novo a preferência máxima dos portugueses, ao registar em 2014, uma audiência média diária de cerca 421 mil espectadores (share de 29,3%). Também «A Tarde é Sua» é líder, registando 423 mil espectadores (share de 21,3%). O «Somos Portugal» reafirmou-se em 2014 como o programa líder indiscutível das tardes de fim-de-semana, tendo obtido uma audiência de 785 mil indivíduos (24,4% de share).



 
Na Ficção, «a oferta da TVI mantém o reconhecimento dos espectadores portugueses», refere o comunicado da estação de Queluz. «Jardins Proibidos» obteve  uma audiência média de 1 milhão e 50 mil espectadores diários (share de 26,4%) e «Mulheres», com 729 mil espectadores diários (25,2% de share). Em 2014, «Belmonte» foi a novela portuguesa nomeada para um Emmy internacional.


 
No Desporto, a TVI emitiu 6 jogos da Champions League da época 2014/15. Estes jogos obtiveram uma média de 42,2% de share e uma audiência média de 2 milhões e 35 mil espectadores. No final do ano juntou-se também a transmissão da fase final da Taça da Liga 2014/15 (30,3% de quota e 1 milhão e 540 mil espectadores).
 
Ao acumulado do ano, soma-se também a liderança da TVI no mês de dezembro, com uma quota de audiência de 23,8% em Universo, (SIC 19,2%; RTP1 15,0%).
 
«Também no horário nobre, a TVI garantiu a primeira posição, com um valor ainda mais expressivo ao registar 27,1%, ou seja uma vantagem de 3,5 pp  sobre o canal no segundo lugar, a SIC, a qual registou 23,6%, seguida da RTP1 com 13,6%», refere a nota do canal televisivo.



 
Destaque para a Gala final da 5ª edição da Casa dos Segredos, que obteve entre as 21:13 e as 01:39, uma audiência média de 1 milhão e 529 mil espectadores (33% acima da soma de audiência dos dois canais mais próximos).
 
Esta transmissão da final registou uma quota de audiência líder de 44,7%. No mesmo horário de emissão, a SIC ficou em segundo lugar com 21,8%, seguida da RTP1 com 11,8%. O pico máximo de audiência instantânea da emissão da gala foi obtido às 01:20 registando-se 2 milhões e 22 mil espectadores (63,3% de share neste momento).
 
Na passagem da meia-noite, a oferta da TVI registou uma audiência de 1 milhão e 569 mil espectadores (com um share de 46,5%), ficando na segunda posição a SIC com 853 mil espectadores e RTP1 com 542 mil indivíduos.
 
Na nota das audiências emitida pelo canal de Queluz, destaque também para os especiais de Natal da «Missão Sorriso», que na manhã e na tarde do dia 17 de dezembro, obtiveram um share líder de 27,8% e de 27% respetivamente, alcançando cerca de 1,1 milhões de espectadores. «À noite, os portugueses espalharam sorrisos para os mais carenciados, aderindo em peso à emissão da «Gala das Estrelas – Missão Sorriso», que foi acompanhada em média por 1,4 milhões de espectadores e com um share líder de 38,2%», refere a estação.