Os trabalhadores da Porsche AG, na Alemanha, vão receber um bónus de 8.600 euros após os bons resultados do ano de 2014 em que a marca do grupo Volkswagen teve lucros de 2.201 milhões de euros.

O prémio de desempenho foi aprovado pela comissão executiva da empresa para 14.600 trabalhadores, segundo um comunicado da Porsche divulgado pela Efe, nota a Lusa.

A bonificação é composta por um bónus direto de 7.900 euros e outros 700 euros que serão colocados no plano de pensões da empresa (Porsche VarioRente) a cada trabalhador ou em qualquer outro plano de reforma em que tenham conta.

No ano passado, a Porsche vendeu 190.000 veículos a clientes de todo o mundo, mais 17% do que no ano anterior, graças ao lançamento do seu segundo SUV (todo-o-terreno citadino), o Macan.

A Porsche AG teve um resultado líquido de 2.201 milhões de euros, mais 13,5% do que em 2013.

O lucro operacional subiu 5%, para 2.700 milhões de euros, em comparação com o ano anterior, e o volume de negócios atingiu os 17.200 milhões, mais 20% do que em 2013.

O presidente da Porsche AG, Matthias Müller, agradeceu aos trabalhadores o trabalho realizado durante o ano passado e aconselhou-os a «não dormirem sobre os louros» e não se deixarem levar por uma falsa segurança porque a empresa vai enfrentar novos desafios.

Para o presidente do Comité da empresa, Uwe Hück, os trabalhadores da Porsche «são únicos, iguais aos carros desportivos que fabricam e trabalharam no duro para ganhar o bónus», acrescentando que tal só foi possível porque «em nenhum outro lugar há tanta produtividade e flexibilidade como na Porsche».