A agência de notação financeira Standard & Poor's retirou esta terça-feira a «notação relativa ao BES enquanto emitente e as notações relativas às emissões do BES», revelou o banco português à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), nota a Lusa.

Na nota enviada pelo BES é também revelado que a Standard & Poor's reviu a notação de risco de crédito de contraparte de longo prazo e de curto prazo do BES de CC/C para R/R e manteve a notação de crédito das demais emissões subordinadas do BES em C.

A 03 de agosto, o Banco de Portugal tomou o controlo do Banco Espírito Santo (BES), após o banco ter apresentado prejuízos semestrais de 3,6 mil milhões de euros, e anunciou a separação da instituição.

No chamado banco mau (bad bank), um veículo que mantém o nome BES, ficaram concentrados os ativos e passivos tóxicos do BES, assim como os acionistas, enquanto no 'banco bom', o banco de transição que foi designado Novo Banco, ficaram os ativos e passivos considerados não problemáticos.