A Sonae Sierra registou prejuízos de 4,6 milhões de euros no primeiro semestre do ano, face aos lucros de 2,8 milhões registados na primeira metade do ano passado, anunciou a empresa.

Em comunicado, a Sonae Sierra explica que os números foram influenciados por um resultado indireto negativo de 34,1 milhões de euros no primeiro semestre de 2013, «consequência da expansão das taxas de capitalização ( yields) na Europa apenas parcialmente compensada pela compressão de yields registada nos ativos prime do Brasil».

O EBITDA (lucros antes de juros, impostos, depreciações e amortizações) caiu 2% para 56,4 milhões de euros.

Já o resultado direto caiu 7% para 29,5 milhões de euros, «fruto do impacto das vendas de activos realizadas em 2012, nomeadamente do Münster Arkaden, na Alemanha, e da participação em três centros comerciais não estratégicos no Brasil, no seguimento da estratégia de reciclagem de capital da empresa».

O primeiro semestre fica ainda marcado pela assinatura de 21 novos contratos de prestação de serviços no valor de 4,7 milhões de euros. A Sonae Sierra iniciou também nesse período a construção de dois centros comerciais, num investimento total de 287 milhões de euros.

Em termos de aberturas, destaca-se a inauguração do Boulevard Londrina Shopping, no Brasil. Já em Portugal, o destaque vai para a compra do restante capital do CascaiShopping, que a empresa passou a deter na totalidade, e a expansão do AlgarveShopping.