A companhia aérea irlandesa Ryanair anunciou esta terça-feira que vai estrear em novembro quatro novas rotas a partir do aeroporto de Lisboa, para Bremen, Eindhoven, Milão (Bergamo) e Roma (Ciampino), cujos bilhetes vão começar a ser vendidos na quarta-feira.

«Na primeira semana de novembro vamos começar as [quatro] novas rotas», disse em Lisboa, numa conferência de imprensa, o diretor adjunto de Desenvolvimento de rotas da Ryanair, Niall O'Connor.

O objetivo da empresa é ter uma frequência semanal de três voos para Bremen, na Alemanha, Eindhoven, na Holanda, e voos diários para Milão e Roma, em Itália, o que vai ser possível com o novo avião que a Ryanair vai ter em Lisboa a partir de finais de outubro.

A companhia aérea low cost anunciou também hoje um aumento da frequência de três outros voos: Londres aumenta a frequência semanal de 14 para 21 voos, Pisa de dois para três voos semanais e o Porto de cinco para 14 voos semanais.

Com a nova programação de inverno, a companhia prevê atingir um aumento de 200 mil clientes para um total superior a 1,5 milhões de passageiros por ano em Lisboa.

Para «celebrar» a sua programação de inverno, que prevê uma frequência semanal de 104 voos da Ryanair em Lisboa, a companhia vai fazer preços promocionais entre quarta-feira e a meia-noite de quinta-feira.

«Lisboa tem um grande potencial de crescimento, quando comparado com outras cidades, mas tudo depende da capacidade do aeroporto», afirmou Niall O¿Connor.

A maior frequência de voos da empresa a partir de Portugal são os de Londres, Bruxelas e Porto, prevendo a companhia operar com os 175 novos aviões que encomendou.

A Ryanair anunciou ainda alterações no seu site, desde abril, para facilitar as operações dos clientes, e uma redução dos custos de cartão e embarque.