Ricardo Salgado vai abdicar de presidente da comissão executiva do Banco Espírito Santo, revela o Expresso.

CMVM quer esclarecimentos sobre saída de Salgado do BES

Segundo o site do jornal, esta decisão não está a ser acompanhada por vários administradores do Conselho de Administração,que estarão a recusar-se a sair com Salgado.O jornal tinha chegado a avançar que o Conselho de Administração iria demitir-se esta sexta-feira.

Os vários membros que fazem parte do Conselho Superior do Grupo Espírito Santo (GES) estão reunidos a esta altura no Banco de Portugal para discutir o futuro do banco.

Entre os administradores que recusam «cair» com Salgado estará o presidente do conselho de administração, Alberto Alves de Oliveira Pinto, e os administradores Ricardo Abecassis, Pedro Mosqueira do Amaral, José Maria Ricciardi, Joaquim Goes e João Freixa.



Apesar de abdicar da liderança, Ricardo Salgado quer ficar num novo comité estratégico. Este comité não é um órgão estatutário, não tem funções deliberativas nem interfere na gestão da instituição. É um órgão de representação dos accionistas, que dá recomendações sobre temas estratégicos do banco.

Deverá ser convocada uma assembleia geral para que os acionistas aprovem um novo modelo de governo e nomeiem a nova administração. O processo estará concluído até ao final de julho.

As listas para a administração estão ainda abertas e poderão incluir Bernardo Espírito Santo, Joaquim Goes e vários independentes.