Os quatro melhores hostels do mundo estão em Lisboa. Quem o diz é o site de reservas Hostelworld, que atribuiu este ano um total de nove «óscares» a hostels portugueses.

Segundo o site Hostelworld.com, os primeiros quatro melhores hostels do mundo são portugueses, estão em Lisboa - Yes! Lisbon Hostel, Home Hostel, Travellers House e Living Lounge Hostel -, e foram premiados com os quatro primeiros lugares dos Hoscars 2013.

A nível mundial, o Hostelworld atribuiu ainda mais um prémio ao Lisboa Central Hostel, que ocupa o 8º lugar nos dez melhores pequenos (até 50 camas) hostels do mundo.

O Yes! Lisbon Hostel venceu também um prémio como melhor hostel de grandes dimensões (entre 101 e 250 camas) e os Home Hostel, Travelleres House e Living Lounge Hostel venceram os três primeiros lugares dos hostels de médias dimensões (entre 51 e 100 camas).

Desde 2008 que Lisboa está representada no top dos dez melhores hostels mundiais, quando o Travellers House obteve o 8º lugar, mas foi no ano seguinte, em 2009, que a capital se apoderou do pódio. Nesse ano o Travellers House subiu ao primeiro lugar e foi seguido pelo Rossio Hostel e pelo Living Lounge Hostel, escreve a Lusa.

Nos últimos quatro anos, a competição verifica-se principalmente entre hostels lisboetas, que mantêm o pódio e apenas variam a sua posição entre os melhores.

No ano passado, o hostel Dixon's Oporto (no Porto) arrecadou o terceiro lugar de melhor hostel do mundo, seguido dos também portuenses Porto Spot Hostel e Rivoli Cinema Hostel.

Os prémios são atribuídos no seguimento das opiniões dadas online pelos utilizadores dos hostels e do site Hostelworld em áreas como a segurança, limpeza, equipamentos, simpatia da equipa, ambiente e localização.

O convívio entre hóspedes, a partilha de espaços (quartos incluídos), o ambiente familiar e os preços baixos são os conceitos na origem dos hostels, que começaram a proliferar em Portugal a partir de 2005 - atualmente, estão inscritos no site de reservas www.hostelworld.com 63 espaços em Lisboa, 36 no Porto, 20 em Lagos, oito em Coimbra e seis em Faro.