A Portugal Telecom pediu autorização aos obrigacionistas para aprovar a fusão com a operadora telefónica brasileira Oi e agendou para 3 de março a realização da assembleia de detentores de dívida, divulgou hoje a empresa em comunicado.

A convocatória foi hoje feita pela Portugal Telecom no documento enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Entre as principais propostas, a empresa quer a passagem da titularidade das obrigações da Portugal Telecom para a PT Portugal, a empresa que vai integrar o grupo Oi, correspondentes a uma emissão de 750 milhões de euros com maturidade em 2014 e a outra emissão de 400 milhões de euros com maturidade em 2016.

Além disso, a PT propõe ainda que a PT International Finance BV seja integrada na PT Portugal.