A produção automóvel caiu 9,5% nos primeiros sete meses deste ano, face ao período homólogo, mas está a recuperar, tendo aumentado 13,6% em julho em relação ao mesmo mês de 2012, segundo números divulgados esta segunda-feira.

De acordo com os dados hoje divulgados pela Associação Automóvel de Portugal (ACAP), considerando o período entre janeiro e julho, a variação da produção automóvel é negativa (-9,5%) face aos mesmos meses de 2012 e transversal a todos os segmentos: a produção dos ligeiros de passageiros caiu 8,9%, a dos comerciais ligeiros recuou 9,3% e a dos veículos pesados registou uma queda de 25,6%.

No entanto, olhando apenas para o mês de julho, a produção aumentou e foram produzidos 16.834 veículos automóveis, sendo que 98,2% da produção foram para exportação (16.536 veículos), o que representa um aumento de 13,3% nos veículos destinados à exportação, face ao mês anterior.

A ACAP considera que este acréscimo da produção automóvel em julho foi determinado pelo aumento da produção da generalidade dos veículos, nomeadamente, dos ligeiros de passageiros (+10,4%), dos comerciais ligeiros (+21%) e dos comerciais pesados (+23,3%).