O presidente da CP ¿ Comboios de Portugal, Manuel Queiró, diz que o processo de privatização da CP Carga deverá arrancar em 2014.

«Prevê-se que em 2014 arranque» o processo de privatização da CP Carga, afirmou Manuel Queiró no XI Congresso Nacional ADFERSIT - Associação Portuguesa para o Desenvolvimento dos Sistemas Integrados de Transportes, a decorrer no Centro de Congressos do Estoril.

Citado pela Lusa, o presidente da CP rejeitou que o processo esteja parado, defendendo que a venda da CP Carga estará relacionada com a «programação dos investimentos na infraestrutura» ferroviária.

«Alguma aparente paragem no processo a que se referia [privatização da CP Carga], não é uma paragem, mas é um desacelerar, para melhor preparar este processo, de maneira a que a sustentabilidade do sistema não seja posta em causa», afirmou Manuel Queiró.

Na proposta de Orçamento do Estado para 2014, o Governo afirma que prevê avançar com a privatização da CP Carga só depois da definição dos investimentos em infraestruturas ferroviárias.

Segundo o documento, «o processo de privatização da CP Carga ocorrerá em momento posterior à definição dos investimentos em infraestruturas ferroviárias para que o Estado possa beneficiar dessa valorização».

A CP Carga - Logística e Transportes Ferroviários de Mercadorias foi constituída a 02 de agosto de 2009 e tendo como único acionista a CP.