A Prisa informou esta segunda-feira ter assinado com a Telefonica o acordo para a venda de 56% das ações da DTS, a plataforma de TV paga Canal Plus, controlada pela dona da TVI, por 750 milhões de euros.

A assinatura, segundo um comunicado da Prisa, decorreu na sede da Telefonica depois de concluído o período de negociação anunciado a 7 de maio e do acordo ter sido aprovado pelos Conselhos de Administração das duas empresas.

Recorde-se que a Telefonica já detinha 22% da DTS pelo que com esta aquisição passa a controlar 78% da operadora, com os outros 22% a serem detidos pela Mediaset Espanha.

«Esta é uma grande notícia tanto para a PRISA como para a Telefónica. Há algum tempo atrás anunciamos a nossa vontade de vender a TV paga para concentrar os esforços do Grupo no negócio de educação e informação, com um foco especial sobre o crescimento na América Latina», explicou o responsável da Prisa, Juan Luis Cebrian.

O presidente da Telefónica, César Alierta, descreveu a operação como «muito positiva» e disse que é um passo importante no desenvolvimento da televisão por assinatura em espanhol.

A transação está sujeita à aprovação dos bancos financiadores da PRISA e das autoridades de concorrência.