A Portline, empresa de transportes marítimos internacionais do grupo do cacaense Stanley Ho e sediada em Portugal, emitiu uma ordem de compra de seis novos navios a serem construídos na Ásia, revelou hoje o diário Business Daily.

De acordo com o jornal, que cita fontes da empresa liderada por Ambrose So, um dos braços direitos de Stanley Ho enquanto o empresário esteve à frente dos negócios, os novos navios serão entregues num prazo de dois a três anos e irão juntar-se à frota de 16 outros já existentes.

Fundada em 1984 pelo Governo português e privatizada em 1991, a Portline tem atualmente 16 navios, 12 dos quais graneleiros, e dois porta-contentores e opera regularmente em carga de contentores ou convencional para portos como Leixões, Lisboa, Caniçal, norte da Europa, Le Havre, Las Palmas, Cabo Verde, Guiné-Bissau e Guiné Conacri.

Já no setor dos granéis, a Portline atua em todo o mundo nos mercados do Atlântico, Pacífico e Índico, transportando, entre outros, carvão, minérios, adubos e cereais.