Os pilotos da easyJet na base de Lisboa entregaram um pré-aviso de greve para os próximos dias 13, 24, 26 e 31 de Dezembro e também dia 1 de Janeiro de 2014, caso a companhia continue a não cumprir os compromissos assumidos e a não respeitar a legislação laboral portuguesa, em matéria de alterações de escala e de limites máximos do período normal de trabalho.

Segundo o comunicado, em causa está o não cumprimento da easyJet dos acordos assumidos assim como a criação de restrições e expedientes dilatórios que têm tornado impossível a celebração de um «acordo de empresa», essencial para a definição das melhores práticas operacionais possíveis no que respeita, entre outros fatores, aos tempos de trabalho e de descanso dos pilotos.

O compromisso de transferência de alguns pilotos para o seu país de origem também não está a ser cumprido.

De acordo com o comunicado, a easyJet celebrou no passado dia 20 de Agosto um acordo com os seus pilotos na base de Lisboa, no entanto, «não o está a honrar, não deixando assim outra alternativa para fazer cumprir o acordado, senão o recurso à greve».

Já foi enviado à companhia o pré-aviso de greve que decorrerá entre as 00:00 e as 24:00 horas dos dias já referidos, tendo sido proposta, como serviços mínimos nesse período, uma ligação diária ao arquipélago da Madeira.