A nova administração das Páginas Amarelas pretende contrariar a tendência de queda dos últimos anos, com um renovado enfoque no digital, disse à Lusa o presidente executivo, António Alegre.

Depois de um Processo Especial de Revitalização (PER) no ano passado, que culminou com a entrada da Norshare Investimentos, apoiada pela Portugal Telecom, a nova administração das Páginas Amarelas quer reforçar a componente do marketing digital junto das Pequenas e Médias Empresas (PME), apostando numa interação com as redes sociais.

António Alegre refere que o volume de negócios da empresa foi de 19,5 milhões de euros no ano passado, depois de já ter atingido os 100 milhões no começo do século, pelo que o objetivo para o primeiro ano da nova fase «é infletir a curva descendente dos últimos anos».