O fabricante japonês de veículos Nissan testou com êxito numa autoestrada do país, um carro com piloto automático, um modelo de condução que pretende começar a comercializar em 2020, revelou a companhia.

O teste foi realizado pelo vice-presidente da Nissan, Toshiyuki Shiga, e pelo governador da prefeitura de Kanagawa, onde a Nissan tem a sua sede, Yuji Kuroiwa, na autoestrada de Samagi, que se manteve aberta ao tráfego durante todo o período do ensaio.

«Entrámos no aceso à autoestrada, passamos veículos mais lentos e pouco depois saímos da via, tudo em modo de condução automático», explicou Toshiyuki Shiga num comunicado revelado pela Nissan.

O mesmo responsável disse que o «acesso à autoestrada foi feito a cerca de 40 quilómetros por hora e que, pouco depois, o carro já circulava a 80 quilómetros por hora. A condução automática está cada vez mais próxima da realidade».

O ensaio foi realizado num percurso de pouco mais de três quilómetros.

O veículo utilizado no teste é idêntico ao modelo elétrico Leaf, possui sete câmaras e seis sensores laser em volta do carro permitindo-lhe uma 'visão' de 360 graus, captando informações da via e evitando acidentes.

A Nissan explica também que além de, automaticamente, ter entrado e saído da autoestrada, o carro de teste também travou e acelerou para manter a distância de segurança para outros veículos.

Além da Nissan também outros fabricantes e empresas de tecnologia estão empenhados no desenvolvimento dos veículos de condução automática como a Honda, Toyota, General Motors e a Google.