O lucro da Mota-Engil subiu 33% para os 7,3 milhões de euros no primeiro trimestre do ano, suportado no crescimento das vendas e rentabilidade operacional nas geografias de África e América Latina, assim como num aumento das margens.

A atividade internacional da empresa ultrapassou os 68% do total das vendas, sendo que no período homólogo este mercados representavam 55% das vendas.

O EBITDA aumentou 22% para os 76 milhões de euros, com uma margem de 16%.

A carteira de encomendas da Mota-Engil segue nos 3900 milhões de euros, 81% dos quais em mercados externos.