A Portugal Telecom anunciou esta segunda-feira o abandono da marca de comunicação móvel TMN e a sua substituição pela MEO, justificando a decisão com o sucesso da MEO e a política de convergência introduzida em janeiro de 2013.

«A Portugal Telecom anuncia que os serviços prestados pela marca TMN passarão a ser prestados sob a marca MEO, tendo a TMN realizado uma alteração da sua denominação social para MEO ¿ Serviços de Comunicações e Multimédia», informou a empresa liderada por Zeinal Bava em comunicado divulgado na Comissão do mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

De acordo com a empresa, que tem marcada para hoje uma conferência de imprensa para divulgar os pormenores da decisão, a alteração deveu-se «às tendências de consumo dos clientes» e «à aposta na convergência fixo-móvel e de serviços voz, internet e televisão».

A PT disse que «em apenas um ano» a MEO conquistou 1,5 milhões de contratos, e sublinhou que esta marca será, a partir de agora, «líder de mercado na rede móvel com uma quota de 46,3%, já o sendo na oferta de serviços ¿triple-play¿ [serviços de televisão, internet e telefone fixo] com uma quota de 47,2 por cento».

Além disso, acrescentou no comunicado, citando a empresa de estudos de mercado Marktest, a MEO é «a marca mais recordada pelos portugueses, em todos os setores».

A PT garante que os atuais clientes da TMN continuarão a ter acesso aos mesmos serviços e tarifários e poderão continuar a ligar para o mesmo número de atendimento ao cliente (1696), mas passam a ter um novo site.

Os clientes que tentarem hoje aceder ao site da TMN na internet são já encaminhados para o endereço meo.pt.

«Esta alteração no universo de marcas PT é um passo lógico num cenário de convergência introduzido em janeiro de 2013 com o lançamento do M4O, o primeiro serviço ¿quadruple-play¿ [serviços de televisão, internet, telefone fixo e telemóvel]», alegou a PT.

A empresa acrescentou que a lógica de convergência passa também pelo mercado empresarial, com a PT Negócios e a PT Prime a serem substituídas pela marca PT Empresas.