A Nos obteve um resultado líquido de 43,7 milhões de euros no primeiro semestre do ano, menos 24,8% do que no período homólogo, anunciou a empresa em comunicado na quarta-feira à noite.

As receitas de exploração desceram 3,8%, para 682,3 milhões de euros, enquanto o EBITDA [lucros antes de juros, impostos, amortizações e depreciações] recuou 5,3% nos primeiros seis meses do ano, para 263,5 milhões de euros.

Já o EBIT [resultados antes de resultados financeiros e impostos] da Nos, empresa que resultou da fusão entre a Optimus e a Zon, desceu 22%, face ao período homólogo, para 85,6 milhões de euros.

Se se tiver só em conta o segundo trimestre de 2014, a empresa diz que «custos operacionais não recorrentes de 12,6 milhões de euros relacionados com o lançamento da nova marca, levaram a um resultado consolidado líquido menor, de 18,4 milhões de euros».

A Nos acrescenta ainda que «até à data, os resultados do lançamento da nova marca [a Nos foi lançada a 16 de maio] e das grandes campanhas, estão bastante acima das melhores expectativas».