Os lucros da Brisa recuaram ligeiramente em 2013, face ao ano anterior, para os 27,5 milhões de euros, uma quebra de 0,7% em relação a 2012.

«O abrandamento do ritmo de contração da economia portuguesa - que reflete uma melhoria da confiança dos consumidores e empresas, traduzida em reduções mais moderadas do consumo interno e do investimento, e exportações mais fortes - permitiu que a evolução registada no tráfego em 2013 tenha sido menos negativa do que em 2012», refere a Brisa, em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Os números indicam que as receitas de portagem da Brisa caíram 1,2%, para os 427,5 milhões de euros, e que o tráfego médio diário anual diminuiu 2,6%.

O EBITDA (resultados antes de juros, impostos, amortizações e depreciações) ascendeu a 154,5 milhões de euros em 2013, uma subida de 2,2% em relação a 2012.