A Altri registou um resultado líquido positivo de 7,7 milhões de euros nos primeiros três meses do ano, uma diminuição de 46% face ao primeiro trimestre do ano passado, revelou hoje a empresa.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a Altri revelou ter atingido receitas totais no valor de 128,8 milhões entre janeiro e março, o que representou uma queda de 11,3% face ao homólogo de 2013.

«O primeiro trimestre caraterizou-se, por um lado, por uma conjuntura adversa em termos de preço de venda que foi exacerbada pela valorização do euro face ao dólar e, por outro lado, pela paragem de manutenção da Celbi, que não se realizou em 2013», referiu a empresa, que anunciou também iniciar o pagamento do dividendo de 0,042 por ação a 22 de maio.

O EBITDA (resultado antes de juros, impostos, amortizações e depreciações) da empresa diminuiu em 28,1% para 26,1 milhões de euros, de acordo com o mesmo documento.

A Altri sublinhou o impacto na produção da paragem de manutenção da Celbi, principal unidade do grupo, algo que não ocorreu no ano passado.

Desta forma, «a Celbi, produziu cerca de 140,8 mil toneladas de pasta (-14%), a Celtejo produziu cerca de 55,3 mil toneladas (+2,5%) e a Caima produziu cerca de 22,9 mil toneladas (-1%)».