O lucro da Prossegur caiu 6,2% nos nove primeiros meses do ano, face ao mesmo período de 2012, atingindo os 106 milhões de euros, devido a maiores custos laborais e à depreciação das divisas.

Segundo informou esta terça-feira a empresa, os dados têm, no entanto, vindo a melhorar a cada trimestre, já que a queda até setembro (no terceiro trimestre) é menor do que a que registada até junho (-11,8%) e do que de janeiro a março (-18%).

O EBITDA (resultado antes de juros, provisões, impostos e amortizações) aumentou 1,3%, para 299 milhões de euros, enquanto o EBIT (resultado operacional) caiu 6,6%, para 207 milhões de euros, afetado pela depreciação das divisas.

Nos primeiros noves meses do ano, as vendas da empresa alcançaram os 2.753 milhões de euros, mais 2% do que no mesmo período do ano passado.

A empresa destaca que, até setembro, conseguiu reduzir o seu endividamento em 61 milhões de euros.