Gas&Power



A Galp vai contestar nos tribunais a multa de 9,3 milhões de euros aplicada pela Autoridade da Concorrência por práticas anticoncorrenciais no mercado do gás engarrafado, sobretudo em nome da reputação da empresa, revelou o presidente na conferência de apresentação dos resultados do exercício.

Considerando a multa da AdC «formalista, infundada e exorbitante», Ferreira de Oliveira defende que a Galp Energia não tem alternativa ao recurso à Justiça para contestar uma decisão que passa o sinal para os clientes de que a empresa é irresponsável.