O ministro da Presidência e dos Assuntos Parlamentares, Luís Marques Mendes, informou hoje que o Governo vai tentar travar a providência cautelar interposta por municípios que visa suspender a privatização da Empresa Geral do Fomento (EGF).

O Conselho de Ministros aprovou hoje uma «resolução fundamentada» com base no «interesse público inadiável» para impedir o avanço da providência, segundo Marques Guedes.

Aos jornalistas, o ministro explicou tratar-se de uma «peça judicial que será ainda hoje ou amanhã entregue no tribunal».