O ministro Miguel Poiares Maduro, que tem a tutela dos media, diz que estão a ser estudadas novas formas de financiamento da RTP, que poderão passar pela criação de parcerias «que ajudem a empresa a crescer».

Na Comissão de Ética, Cidadania e Comunicação, Poiares Maduro afirmou que «o que o Governo fará é assegurar na empresa os pressupostos do Plano de Desenvolvimento e Redimensionamento da RTP».

«Isso não significa uma redução do âmbito do serviço público», sublinhou, acrescentando estarem a ser estudadas «outras formas de financiamento que podem passar por parcerias que ajudem a empresa a crescer».

«Não é o Estado que tem que ir em socorro de uma empresa sempre que ela não consegue fazer face às suas obrigações através das suas receitas», disse ainda, citado pela Lusa.

Na sua intervenção inicial, o ministro admitiu ainda alterações à lei da televisão de forma a servir o contrato de concessão do serviço público.

«Não excluo vir a sugerir alterações à lei da televisão no sentido de servir o contrato de concessão que seja um contrato melhor para os cidadãos», disse.