A Galp Energia anunciou ter comprovado a descoberta de petróleo em águas profundas na bacia de Potiguar, a cerca de 55 km da costa do estado do Rio Grande do Norte, no Brasil.

Em comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) na quarta-feira à noite, a Galp informa ter concluído a perfuração do poço de exploração informalmente conhecido como Pitú, localizado na bacia de Potiguar, no offshore do Brasil, e que os resultados comprovaram a descoberta, já divulgada em 17 de dezembro de 2013, de petróleo em águas profundas naquela bacia.

O poço atingiu a profundidade final de 5.353 metros e constatou uma coluna de hidrocarbonetos de 188 metros. Foi ainda realizado um teste de formação, que confirmou as boas condições de permeabilidade e porosidade do reservatório, sublinha o comunicado.

«O consórcio dará continuidade às atividades exploratórias previstas a partir dos resultados obtidos, com objetivo de propor à Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) um Plano de Avaliação da Descoberta para a área», refere a Galp Energia.

A empresa, através da subsidiária Petrogal Brasil, tem uma participação de 20% na concessão BM-POT-17 na bacia de Potiguar, enquanto a Petrobras, operadora, tem uma participação de 80%