Nos primeiros meses do ano chegaram à Autoridade Tributária e Aduaneira (AT) faturas emitidas e comunicadas por cerca de 630 mil entidades, o que representa mais 176 mil do que em igual período do ano passado, escreve o «Jornal de Notícias».

Para esta subida de 39% no número de entidades que procederam à emissão e envio de faturas contribuiu sobretudo o concurso lançado pelo Governo «Fatura da Sorte», concurso que tem funcionado como um incentivo.

«Esta medida de incentivo adicional está a mostrar ser particularmente eficaz no combate à economia paralela», salienta o secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Paulo Núncio.

Os dados facultados ao «Jornal de Notícias» e «Dinheiro Vivo» pela AT mostram que os contribuintes estão a pedir cada vez mais faturas com NIF. Note-se que em janeiro e fevereiro do ano passado, quando o Fisco apenas oferecia o benefício fiscal em sede de IRS, foram emitidas 63,7 milhões de faturas com NIF, já este ano, no mesmo período, foram emitidas 91,3 milhões.