O Facebook surpreendeu hoje Wall Street ao apresentar lucros acima do previsto no segundo trimestre, anunciando um resultado líquido de 333 milhões de dólares, longe dos prejuízos de 157 milhões de dólares registados há um ano.

A empresa fundada por Mark Zuckerberg chegou a disparar quase 20% nas operações posteriores ao fecho do Nasdaq graças aos bons resultados trimestrais.

A maior rede social da Internet deixou os números vermelhos do ano passado e cresceu também 53% em termos de receitas, chegando aos 1.813 milhões de dólares.

O Facebook registou também um aumento de 51% em termos de utilizadores de dispositivos móveis, em que acumula 819 milhões de clientes e conta com 1.150 milhões de "amigos" com perfil na sua rede social.

A faturação da publicidade, que representa 88% das receitas, atingiu os 1.600 milhões de dólares, mais 61% do que no segundo trimestre de 2012.

O Facebook, que entrou em bolsa a 25 de maio de 2012, criando grande expectativa, via as suas ações desvalorizarem mais de 30% desde essa altura, mas manteve-se estável desde o início de 2013, perdendo apenas 0,41%.