A concessão de crédito ao setor privado nos 18 países da moeda única europeia recuou 2,2% em janeiro, mantendo a tendência dos últimos quase dois anos, segundo os dados hoje libertados pelo Banco Central Europeu (BCE).

Em termos ajustados, a queda foi de 2%, depois de já terem sido registadas descidas de 2,3% em dezembro e em novembro, o que corresponde a menos 6 mil milhões de euros injetados na economia.

Com a descida verificada em janeiro, a sequência negativa ao nível dos empréstimos a empresas e famílias na Zona Euro alcança os 22 meses consecutivos, arrastando-se já desde abril de 2012.