O abastecimento de água em Portugal já tem uma grande fatia atribuída a operadores privados. Segundo o Diário de Notícias, serão mais de 2,3 milhões de pessoas, sendo que, em 20 municípios, são empresas de capital chinês e espanhol.

Apesar de o setor privado já conviver com o público desde sempre, no negócio das águas, a reestruturação do setor tem estado envolta em polémica, com as autarquias e o Governo a não se entenderem quanto à estratégia.

Os autarcas ponderam levar a questão ao Tribunal Constitucional.