Seis das dez companhias aéreas mais seguras do mundo estão sediadas na Ásia Pacifico, segundo uma classificação internacional citada esta quarta-feira na imprensa oficial chinesa, escreve a Lusa.

A lista, divulgada por ordem alfabética na edição online do Diário do Povo, órgão central do Partido Comunista Chinês, é encabeçada pela Air New Zealand, seguindo-se All Nippon Airways e Cathay Pacific Airways.

Pelos critérios da AirlinesRatines.com - sítio especializado da internet que avaliou o desempenho de 448 companhias aéreas ao longo de 2013 -, Eva Air, Singapore Airlines e Qantas também integram a lista.

Das outras, uma (Virgin Atantic) é europeia e as outras três estão baseadas no Médio Oriente (Emirates, Etihad Airways e Royal Jordanian).

A segurança da aviação comercial está a dominar a imprensa chinesa desde o desaparecimento do Boeing 777-200 da Malasian Airlines, no domingo passado, que fazia a ligação entre Kuala-Lumpur e Pequim.

O avião transportava 227 passageiros, dois terços dos quais chineses, e 12 tripulantes.

Aviões e navios de uma dezena de países estão envolvidos nas operações de busca, mas, ao fim de quase quatro dias, ainda não sabe o que terá acontecido ao aparelho.