O Governo anunciou esta quinta-feira que o consórcio liderado pela Mota-Engil (que detém a SUMA) venceu o concurso para a privatização da EGF.