A EDP-Renováveis chegou hoje a acordo com a CWEI-Brasil, controlada integralmente pela China Three Gorges, para a venda de 49% do capital social de parques eólicos em operação e em desenvolvimento no Brasil.

A informação foi avançada num comunicado enviado pela EDP, que detém 77,5% da EDP-Renováveis, à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), nota a Lusa.

«O âmbito da transação abrange 84 MW (megawatts) em operação, com uma idade média de quatro anos, bem como 237 MW em desenvolvimento, remunerados de acordo com os contratos celebrados a longo prazo para vender a eletricidade produzida por 20 anos», precisa o comunicado.

De acordo com a EDP, na aquisição da participação acionista de 49% nos parques eólicos em operação em desenvolvimento, «a CWEI-Brasil vai investir um total de 364,8 milhões de reais (111 milhões de euros), incluindo R$100,8 milhões (30,6 milhões de euros) em contribuições de coinvestimento futuro estimados para os projetos atualmente em desenvolvimento».

A conclusão da operação deverá ocorrer durante o primeiro semestre de 2015 e está sujeita às aprovações regulatórias, adianta o documento hoje enviado à CMVM.

«Estes investimentos da CWEI-Brasil serão considerados para efeitos do cumprimento do Acordo de Parceria Estratégica, em relação ao investimento total de 2 mil milhões de euros a efetuar pela CTG (incluindo cofinanciamento de investimento operacional) em projetos de produção de energia renovável operacionais e prontos a construir», esclarece ainda a elétrica portuguesa.