A EDP Renováveis vai entrar no mercado mexicano com a instalação, em 2016, de um parque eólico para fornecer eletricidade a uma empresa mineira considerada líder no país e chamada Industrias Peñoles.

Em comunicado divulgado na Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), a empresa portuguesa refere ter estabelecido um contrato para um prazo de 25 anos e esperar um fator de utilização superior a 40%.

«O acordo com a Industrias Peñoles, uma empresa com sólida posição financeira e baixo risco de crédito, proporciona à EDP Renováveis uma oportunidade atrativa e de risco reduzido para entrar no mercado mexicano de forma robusta e consistente», refere a empresa liderada por João Manso Neto.

Admitindo considerar que o México «cumpre os critérios de investimento e potencial de crescimento futuro», a EDP renováveis explica a escolha com a «atratividade dos recursos renováveis e reduzido risco através do acordo de contratos de longo prazo com indústrias com consumos intensivos de energia, que procuram preços competitivos com estabilidade a longo prazo».

O parque eólico será instalado no norte do México, na zona Coahuila, e irá reforçar a presença da empresa na América do Sul, onde já está presente no Brasil.