A EDP e a China Three Gorges discutiram os termos do acordo para criar o CNET R&D Centre, um centro de investigação e desenvolvimento para as tecnologias das novas energias, anunciou hoje a empresa liderada por António Mexia.

Em comunicado, a elétrica refere que, «no âmbito do desenvolvimento da parceria estratégica em vigor», os presidentes da China Three Gorges, Cao Guangjing, e da EDP, António Mexia, reuniram-se hoje, em Lisboa, «para discutir os termos do documento que institui as bases para a criação de um centro de investigação e desenvolvimento para as tecnologias das novas energias (CNET R&D Centre)».

O acordo foi celebrado entre a subsidiária da EDP Labelec ¿ Estudos, Desenvolvimento e Atividades Laboratoriais e a SIDRI - Shanghai Investigation, Design & Research Institute, subsidiária da China Three Gorges.

O acordo visa a «exploração conjunta de oportunidades em três áreas»: cooperação em atividades de investigação e desenvolvimento em tecnologias para as novas energias, participação conjunta em projetos internacionais desenvolvidos por outras entidades e assistência técnica mútua.

O CNET R&D Centre «permitirá aumentar a capacidade tecnológica de ambas as empresas e aprofundar o potencial de desenvolvimento conjunto de oportunidades de negócio», lê-se no comunicado, que acrescenta que a criação do centro coloca em evidência a execução e desenvolvimento da parceria estratégica entre as duas empresas, estabelecida no âmbito do processo de privatização da EDP, em dezembro de 2011.

A China Three Gorges tem 21,35% do capital da EDP.