Nogueira Leite decidiu sair da Caixa Geral de Depósitos (CGD) pelo facto de não concordar com a gestão do banco.

O jornal «Público» noticia que uma das razões da demissão de Nogueira Leite foi o facto do presidente da Caixa, José de Matos, ignorar denúncias de alegados ilícitos criminais cometidos no passado por diretores que ainda estão em funções na instituição.

Entre os alegados atos ilícitos estão roubos, falta de rigor na aquisição de equipamento de segurança, crimes de coação e corrupção envolvendo altos quadros do banco público.

Nogueira Leite, que estava no grupo CGD há mais de um ano, apresentou a demissão há uma semana.