As exportações portuguesas de calçado para fora da União Europeia já cresceram este ano cerca de 40 % e, entre os mercados emergentes, a China «é cada vez mais importante», disse hoje à agência Lusa um responsável do setor.

«Mundialmente, em termos de qualidade e de preços, estamos no pelotão da frente», afirmou o diretor comercial da Associação Portuguesa de Industriais de Calçado, Componentes, Artigos de Pele e Sucedâneos (APICCAPS), Pedro Silva, a propósito da última edição da «Micam Xangai», que terminou hoje na capital económica da China.

Trata-se de um dos mais prestigiados certames do setor, organizado pela Feira de Milão e a Associação Italiana de Fabricantes de Calçado, e contou com uma participação recorde de empresas portuguesas: 16.