O fabricante automóvel alemão BMW anunciou hoje que vai chamar à revisão um total de 232.098 viaturas na China, incluindo importadas ou produzidas no país asiático, para corrigir um defeito detetado num componente dos seus motores.

O problema afeta 138.534 viaturas importadas, fabricadas entre 20 de junho de 2009 e 30 de julho de 2012, bem como 93.564 modelos produzidos na China entre 07 de novembro de 2009 e 06 de junho de 2013, detalhou a Administração Geral de Supervisão de Qualidade, Inspeção e Quarentena da China.

Os modelos chamados à revisão serão retirados temporariamente para reparação gratuita do suposto defeito.

Em causa estão os modelos importados das suas séries BMW 1, BMW 3, BMW 5, BMW 6 e BMW 7 e dos seus todo-o-terreno X1, X3, X5, X6 e Z4, assim como os carros de turismo das séries BMW 3 e BMW 5 fabricados na China, todos eles equipados com motores dos seus modelos N52K, N52T ou N55, nos quais foi localizado o componente com defeito, especifica a agência Efe.