A fabricante de telemóveis BlackBerry abandonou o plano de venda da empresa e anunciou que vai substituir o presidente executivo, recebendo uma injeção financeira de 1.000 milhões de dólares (cerca de 740 milhões de euros).

Em comunicado citado pela Lusa, a empresa de origem canadiana explica que chegou a acordo com o seu principal acionista, Fairfax Financial Holdings Limited, e outros institucionais que irão investir na BlackBerry cerca de 1.000 milhões de dólares.

A Fairfax, que detém 10% da BlackBerry, acordou em comprar 250 milhões de dólares (185 milhões de euros) em ações convertíveis. Estima-se que a transação esteja concluída nas próximas duas semanas.

Além disso, a dona dos telemóveis inteligentes adianta que irá substituir o presidente executivo, cargo atualmente ocupado por Thorsten Heins, que será substituído interinamente por John Chen.