A empresa Brisa informou esta segunda-feira que utilizadores das autoestradas em que é concessionária estão a ser vítimas de fraude ao serem contactados por telefone e mensagens de telemóvel (SMS) para regularizarem dívidas de portagem, noticia a Lusa.

Num comunicado hoje divulgado, a Brisa refere ter tido conhecimento de que «os utilizadores das suas autoestradas estão a ser contactados via telefone e SMS no sentido de regularizarem alegadas dívidas de portagem».

A empresa adianta que «os autores destes contactos se identificam como pertencendo à Brisa e à Via Verde e fornecem referências multibanco para a realização do solicitado pagamento».

«Informamos que se trata de contactos fraudulentos, totalmente estranhos a esta empresa e que podem comprometer a privacidade e segurança dos clientes e lesar os seus interesses», garante a concessionária, citada pela Lusa.

A Brisa esclarece que «a cobrança de dívidas de portagem é realizada através da Via Verde Portugal e os seus contactos para a respetiva regularização são efetuados através de carta».

A empresa aconselha que em caso algum seja «dada resposta aos contactos que exijam o pagamento de valores relacionados com portagens», garantindo que irá reagir legalmente de forma a garantir os seus interesses e os dos seus clientes.

Em caso de dúvida, os utilizadores das autoestradas deverão contactar a empresa através dos seguintes contactos: gestão.clientes@viaverde.pt ou 707 500 900 (no caso dos clientes Via Verde) e serviço.cliente@brisa.pt ou 808 508 508 (no caso de clientes sem Via Verde).