Os gregos da Thesarco Shipping não pagaram esta quarta-feira os quase 13 milhões de euros que tinham proposto para a compra do Atlântida, navio que o Governo dos Açores encomendou e depois rejeitou, disse à Lusa fonte da empresa pública.

De acordo com a mesma fonte a administração dos Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC) irá reunir nos próximos dias para decidir os procedimentos a seguir neste caso, depois de terminado o segundo prazo atribuído ao armador grego para pagar o Atlântida sem que o tenha feito.

O programa do procedimento lançado em março passado pela administração dos ENVC para a venda do navio, que o armador grego venceu, prevê a possibilidade de adjudicação do navio ao segundo classificado, a Mystic Cruises, do grupo Douro Azul (cruzeiros turísticos) por um valor que ronda os oito milhões de euros.