O presidente executivo do construtor aeronáutico Airbus, Fabrice Brégier, declarou a um jornal alemão que o grupo europeu ultrapassará o rival norte-americano Boeing para se afirmar como o maior produtor mundial de aeronaves até 2018.

Numa entrevista ao jornal alemão Welt am Sonntag, hoje divulgada, a Airbus vai intensificar a produção do novo modelo A320Neo e do A350.

«Em 2017 ou 2018, nós seremos também capazes de voltar a liderar as entregas», disse Brégier.