A Câmara de Vila Real anunciou hoje um investimento de cerca de um milhão de euros, comparticipados por fundos comunitários, na requalificação dos campos de futebol do Calvário e Abambres para promoção da atividade desportiva.

A empreitada de reabilitação do campo do Calvário, localizado no centro da cidade, foi aprovada em reunião de câmara e tem um custo previsto de 511 mil euros, dos quais 346 mil euros serão comparticipados por fundos comunitários.

A intervenção, segundo disse hoje o executivo liderado pelo socialista Rui Santos, visa dotar a estrutura de relva sintética apta à prática desportiva de futebol de 11, sistema de rega, drenagem e o fornecimento e colocação de equipamento desportivo.

Serão ainda recuperadas as bancadas, dotando-as de bancos individuais na zona coberta, reparados os muros em pedra, sendo que o projeto prevê ainda uma intervenção na zona envolvente.

O anterior executivo (PSD) tinha previsto construir umas piscinas no Calvário, um projeto que deixou cair devido ao «avultado investimento», substituindo-o pela modernização do campo de futebol com um piso de relva sintética e qualificando as bancadas e balneários.

A autarquia socialista quer também intervir nos campos do Complexo Desportivo do Abambres, cujo projeto de reabilitação foi também aprovado.

O objetivo é apresentar uma candidatura a fundos comunitários, esperando-se que esta empreitada possa ser lançada ainda este ano. O projeto terá um valor total estimado em cerca de 580 mil euros.

A intervenção passa por dotar os campos de relva sintética, nomeadamente os campos de jogos de futebol de 11 e o de futebol de sete.