O Estado espanhol publicou esta segunda-feira duas multas, no total de 1,1 milhões de euros, aplicadas no ano passado ao Banco Espirito Santo (BES), por infrações «muito graves» da normativa sobre a prevenção de branqueamento de capitais, foi hoje anunciado, escreve a Lusa.

BES recorre de multas em Espanha

As multas, publicadas hoje no Boletim Oficial de Estado (BOE), correspondem a uma resolução aprovada pela Comissão de Prevenção do Branqueamento de Capitais e Infrações Monetária.

Trata-se de duas multas, no valor de 150.000 euros e de 960.000 euros, pelo «incumprimento do dever de comunicação da prevenção do branqueamento de capitais e de financiamento de terrorismo».

As multas podem ser objeto de um recurso «potestativo» que tem que ser apresentado num mês contado a partir de terça-feira, um dia depois da publicação das sanções no BOE.

A publicação refere que as multas foram propostas pelo ministro da Economia e Competitividade e aprovadas na reunião do Conselho de Ministros de 3 de maio de 2013.

A informação está assinada por Raquel Cabeza Pérez, secretária da Comissão de Prevenção do Branqueamento de Capitais e Infrações Monetária.