A agência de notação Moodys considera que as regiões autónomas espanholas têm melhores condições de acesso aos mercados, embora as que atravessam maiores dificuldades continuem a depender de apoio do Governo central.

Segundo informou a Moodys hoje, as regiões que têm maiores dificuldades continuarão, pelo menos para já, a depender dos empréstimos mais baratos canalizados através do Fundo de Liquidez Autonómico (FLA).

Na sua análise a agência dá como exemplo a Comunidade de Madrid, que conseguiu melhorar «significativamente» as suas condições de financiamento, sem ter necessitado de recorrer à FLA.

Outras comunidades, mesmo as que recorreram ao FLA, conseguem hoje ter melhores condições nos mercados de capitais.

A Moodys estima que em 2014 as comunidades autónomas utilizarão 17 dos 23 mil milhões de euros disponíveis através do FLA.