A agência de notação financeira Moody’s destaca, numa análise divulgada esta quarta-feira, que “é pouco provável” que a melhoria da confiança dos agentes económicos portugueses se traduza numa melhoria no nível de crédito malparado no país.

Numa análise sobre a performance do crédito ao consumo a quatro países periféricos da Europa divulgada esta quarta-feira, a Moody’s lembra que os números de Portugal demonstram que o crédito malparado continua alto apesar da melhoria do sentimento económico este ano.

Segundo as contas feitas pela agência de rating, o crédito malparado representa cerca de 15% do total do crédito ao consumo (tendo duplicado desde 2009), “apesar de a confiança dos consumidores ter atingido o seu nível mais alto em 13 anos” em julho deste ano.