A Comissão Europeia é contra a realização de uma desvalorização competitiva do euro, disse o seu presidente, reiterando que a moeda única é «credível e estável».

«Somos contra desvalorizações competitivas, não pensamos que a taxa de câmbio deva ser usada como uma forma de ganhar sobre os nossos parceiros comerciais», afirmou José Manuel Durão Barroso, em resposta a uma questão colocada durante a sessão de encerramento da European Business Summit.

O presidente do executivo comunitário disse que as desvalorizações competitivas das moedas «não são aceitáveis».

Durão Barroso sublinhou ainda que a Comissão Europeia sempre respeitou o papel do Banco Central Europeu (BCE) e a sua «independência», motivo pelo qual se escusou a fazer comentários sobre a taxa de câmbio do euro.

«Não vou dizer aqui qual deve ser a taxa de câmbio do euro», declarou.