O ministro do Ambiente anunciou esta sexta-feira o recrutamento de 65 motoristas e 10 guarda-freios para a Carris e o lançamento do concurso público internacional para a aquisição de 10 novos autocarros para a empresa rodoviária de Lisboa.

João Matos Fernandes fez o anúncio “com profunda satisfação”, durante o seu discurso na cerimónia do 143.º aniversário da Carris, acrescentando que as “duas novidades vêm confirmar a aposta e o investimento do Governo neste setor” e, no caso concreto, na Carris.

“A primeira [novidade] diz respeito à preparação do concurso público internacional para aquisição de 10 autocarros ambientalmente mais eficientes, que irão melhorar a qualidade do serviço prestado pela Carris Tour, nas linhas aerobus que ligam o aeroporto [de Lisboa] ao centro da cidade”, revelou o governante.

O segundo anúncio diz respeito ao descongelamento da admissão do pessoal tripulante.

“A saída de motoristas e guarda-freios [condutores dos elétricos], por iniciativa própria, e as sucessivas restrições das leis de Orçamento do Estado, que não permitiram novas admissões, levou a que a Carris atingisse um nível crítico na capacidade de resposta às necessidades de serviço público definidas pela empresa”, sustentou o ministro.

João Matos Fernandes revelou "que esta situação se encontra em vias de começar a ser ultrapassada, já que, neste momento, está a decorrer o recrutamento de 65 motoristas e 10 guarda-freios", alguns dos quais já em formação.

“São estes os nossos primeiros passos para o início de um processo de revisão da rede de oferta da Carris, feita em conjunto com os municípios e, naturalmente, com os seus técnicos que terão sempre de a avaliar”, sublinhou o ministro do Ambiente no seu discurso perante dezenas de trabalhadores da empresa, que marcaram presença no Museu da Carris, em Lisboa.